Slider
{book}{page}

Era o ano 1989, período que marca os 50 anos que Bob Kane criou o personagem de histórias em quadrinhos Batman, e também o lançamento do filme Batman, de Tim Burton, e através de um grupo de amigos, começa a se difundir uma teoria conspiratória que comparava São Caetano com a metrópole do herói mascarado.

Entre as estações de trem de São Caetano com Tamanduateí, existia o centenário grupo de empresas IRFM - Indústrias Reunidas Fábrica Matarazzo, fundada em 1891 e fechada em 1987 – e quem viu de perto a ascensão, a queda e o abandono do maior complexo industrial do Brasil, talvez compreenda a razão de São Caetano ser associada à poluída Gotham City. Além das ruínas decadentes, dos resíduos químicos e das chaminés abandonadas, essa semelhança acabou se tornando possível devido ao cenário de abandono de outras indústrias, que nesse mesmo período também deixaram a cidade, gerando um pânico social, em contraste com o surgimento de dezenas de novos edifícios que criavam sombras nos muros do conservadorismo e estreitavam os abismos urbanos.

No entanto, além dessa semelhança sombria, o que levou São Caetano a ser relacionada à cidade do Batman, era o grande número de grafiteiros que invadiam as madrugadas, expondo sua arte nos enegrecidos muros da cidade, fazendo com que o grafite deixasse de ser uma arte marginal e redimensionasse o caos urbano.

Vale lembrar, que a história dos grafites nas paredes da cidade tem início nos anos 70 com enigmáticas frases escritas nos muros. Alguns exemplos: "A Rota Arrota Projéteis na Calçada"; "Hendrix + Mandrake = Mandrix" e "A Carne é Franca".

E frases de efeito, como: "Abaixo a Ditadura e Anistia, Ampla, Total e Irrestrita" que cutucavam o regime militar e propunham a reflexão da sociedade. Décadas depois, era comum encontrar dezenas de grafites nos muros da cidade homenageando o homem morcego, inclusive de cunho político, como "Vote em Batman", relacionado às eleições. Bastava uma volta pelas ruas do centro para se deparar com batalhões de super-heróis. Até na entrada principal do município, existia um gigantesco mural anunciando: "Bem Vindo a Gotham City".